terça-feira, 29 de julho de 2014

Olá pessoal do canto
Á muito tempo que cá não vinha escrever praticamente desde que deixei de criar timbrados mas tenho visto que a informação que criei aqui tem sido útil para muitos criadores ainda bem e fico contente com isso.
Por agora e nus próximos anos não vou criar timbrados mas não posso dizer que não irei criar nunca mais a ver vamos!!
Boa sorte para que vai participar em provas de canto nos próximos meses e não se esqueçam que no canto a melhor arma termos muita paciência e aprender com os timbrados e com o tempo e dedicação os resultados aparecem boa sorte.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

JULGAMENTO DE TIMBRADO ESPANHOL CLASSICOS.

http://www.youtube.com/watch?v=DoSq9O5qqnY&feature=related

Ola amigos, estes timbrados faze-me lembrar a primeira vez que criei timbrados e que fui á primeira  prova boas recordações eheheehe.

Aqui pode ver 2 equipas em julgamento e como os júizes fazem o seu trabalho.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Preparação para as provas

Olá companheiros do canto,

Bem o mês de Outubro está a chegar é o mês em que começo a preparar os meus Timbrados para as provas.

No primeiro fim-de-semana de Outubro vou pôr os meus Timbrados nas gaiolas de criação para os começar a ouvir com mais atenção e escutar o seu canto, como este ano tenho poucos Timbrados a nível de selecção não vou ter muito trabalho ou levo os que tenho às provas ou não levo, é assim, mas para ter a certeza vou ouvi-los até final de Outubro altura que se tiverem potencial passam para as gaiolas de canto e aí começo  a treiná-los.

Por agora o que tenho ouvido não é mau, pelo contrário, mas é preciso  deixá-los  desenvolver o seu canto para ter a certeza do que tenho e isso só vai acontecer quando eles tiverem uns 6 a 7 meses aí sim dá para perceber se tem mesmo pontecial para os poder treinar para as provas.

Bem, eu gostava de participar nas provas que aí vem principalmente na do Clube Português de Canários de Canto, no Monográfico de Badajoz e também  no  Campeonato Nacional, esta última não sei se vai haver júri vamos esperar para ver.

Bem pessoal, boa sorte para todos, e treinem bem os vossos Timbrados para que eles lhes possam dar algumas alegrias nas provas ehehehe.



quarta-feira, 20 de junho de 2012

Entrega de Prémios do Almadense




Olá amigos do canto, bem lá fui mais o meu amigo Diogo a mais uma almoçarada desta vez do Clube Almadense eheheeh, deu para perceber que este Clube stá bem organizado os meus parabéns á direção pelo trabalho que tem vindo a desenvolver a favor da canaricultura e um abraço ao meu amigo Pedro Boavida pelo trabalho que tem feito no Almadense a nível do Timbrado espanhol é ele o responsÁvel pela secção do timbrado no Almadense.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

A resistência aos antibióticos.

A resistência aos antibióticos.
O que é a resistência aos antibióticos?

A resistência aos antibióticos ocorre quando estes perdem a capacidade de controlar o crescimento ou morte bacteriana; ou seja, é a forma que as bactérias encontram para neutralizar o efeito do antibiótico.
Assim, uma bactéria é considerada resistente a determinado antibiótico quando continua a multiplicar-se na presença de níveis terapêuticos desse antibiótico.
 
Porque é que as bactérias se tornam resistentes aos antibióticos?

Quando uma bactéria é susceptível a determinado antibiótico é destruída por acção do mesmo, no entanto permanecem as bactérias resistentes, então as únicas a proliferar. Assim, estas bactérias resistentes permanecerão no local de infecção e tornam-se predominantes após acção sucessiva de antibiótico (pressão de selecção).
O principal factor favorecedor da resistência aos antibióticos, e que se relaciona directamente com os nossos hábitos terapêuticos, do qual temos que tomar consciência, é a pressão de selecção exercida pelo uso intensivo, muitas vezes excessivo, da antibioterapia. Os antibióticos, por vezes, são vendidos sem prescrição médica e, frequentemente, os doentes tomam antibióticos desnecessariamente, nomeadamente para tratamento de doenças virais (gripe).
O perigo da utilização intensiva de antibióticos ultrapassa, muitas vezes, o domínio médico, pois estes são também largamente utilizados na criação de gado, piscicultura, indústria alimentar, etc.

Como é que as bactérias se tornam resistentes aos antibióticos?

 Há bactérias que são naturalmente resistentes aos antibióticos, pois adaptaram-se para sobreviver na sua presença, desenvolvendo os mecanismos necessários para tal.
Os mecanismos de resistência são hereditários, isto é, uma bactéria transmite à sua descendência a resistência aos antibióticos; mas pode ainda transmiti-lo às bactérias circundantes que coabitam com a bactéria resistente. É desta forma que as bactérias que vivem no corpo humano sem nos causar problemas (comensais) se tornam resistentes.
Um problema que existe é que os antibióticos não diferenciam entre as bactérias que coabitam connosco (comensais) e as bactérias agressivas (as patogénicas, que causam as infecções). As bactérias patogénicas podem já ser resistentes aos antibióticos quando entram no nosso organismo. Como as bactérias comensais não podem defender-se, quando tomamos inutilmente um antibiótico este pode eliminá-las, embora sejam necessárias ao nosso organismo.
A resistência pode surgir por aquisição de mutações espontâneas (devido à modificação da informação genética "endógena") ou por aquisição de material genético de outras bactérias (“exógeno"). Neste último caso, pode haver transferência (disseminação) de material genético, por simples conjugação, com outra bactéria - nomeadamente dos genes que codificam para a resistência aos antibióticos - o qual se pode encontrar em elementos genéticos móveis (plasmídeos e transposões). Este material genético também pode ser transferido (disseminado) para outra bactéria através dos vírus das bactérias (os bacteriófagos).

 
 Como a resistência aos antibióticos se transmite à descendência, as bactérias comensais resistentes ao multiplicarem-se ocupam os lugares deixados livres pelas susceptíveis, que vão sendo destruídas pelo antibiótico; assim,  predominarão as bactérias resistentes. Quando nós tomamos antibióticos com (muita) frequência iremos, cada vez mais, manter bactérias resistentes a esse antibiótico no nosso organismo.
Como as bactérias resistentes podem ser transmitidas a outros indivíduos, quem nunca tomou antibiótico também poderá estar incluído. Assim, o uso de antibióticos e a resistência podem eventualmente afectar uma comunidade inteira.
A utilização indevida de antibióticos favorece portanto a propagação de bactérias resistentes.

domingo, 29 de abril de 2012

Olá amigos, aqui fica uma foto dos meus futuros campeões espero eu eheehehehe.

Embora as coisas não tenham corrido bem pelo menos estes 4 estão-se a desenvolver normalmente o que é bom eheheeh.

Já terminei o tratamento agora as coisas aqui no meu canaril estão melhores não tem nada a ver com o que tinha os canários andam muito mais activos mas já tive uma baixa derivado ao tratamento mas pronto pelo menos já resolvi a situação e agora espero que não me apareça mais nenhuma doença nos próximos anos eheheeh.

Espero que estes 4 se criem e que saiam pelo menos 2 ou 3 machos se assim for já posso participar nas provas no final deste ano, e como me morreu uma fêmea  vou ficar com uma desta criação é assim quando pensamos que estamos a caminhar bem é quando não saímos do mesmo sitio eheheheh.

Boa sorte para todos.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

AS VITORIAS DOS MEUS TIMBRADOS.

(PRÉMIOS EM 2011)

1 lugar em equipas na 1 prova do Almadense em Almada.

1 lugar em individuais na 3 prova do cpcc no Entroncamento.

1 lugar em individuais no XVII Monográfico de Timbrado Espanhol de Badajoz.

domingo, 4 de dezembro de 2011

OS MEUS TIMBRADOS NO MONOFRÁFICO DE BADAJOZ.





Olá amigos, 

É com grande alegria que venho por este meio partilhar mais uma vitória com os meus timbrados desta vez na prova do Monografico de Badajoz.

Fui ontem mais o meu amigo Diogo para Badajoz levei 3 timbrados para participar, os meus timbrados foram julgados por volta das 10 da manhã a minha ideia de ir a badajoz era para participar e ouvir timbrados porque ali há muita qualidade e participam muitos criadores com muitos timbrados, qual é o meu espanto quando me mostram a ficha de julgamento fiquei sem palavras e com uma alegria imensa então os meus 3 timbrados tiveram 90, 91 e 93 pontos ehehheeh melhor era impossivel fiquei sem palavras nunca pensei de ir pontuar a Badajoz numa prova onde partecipam grandes criadores alguns verdadeiras lendas do timbrado espanhol.

E pronto fiquei contente mas não pensei que podesse a vir ganhar esta prova em individuais, fomos almoçar e quando estavamos a almoçar o senhor que estava com a gente diz-me assim o amigo vai ganhar o 1º lugar em indeviduais pelo menos até agora está em 1º bem amigos foi uma alegria não tenho palavras para a descrever, almoçamos e fomos ouvir mais timbrados quando eram ai umas 6 horas da tarde então confirmou-se fui vencedor do Monografico de Badajoz  em individual com 93 pontos ehehheeh.

Quero partilhar mais esta vitória com todos os meus amigos e em especial para o meu amigo Aroca um grande abraço.


E pronto agora acabei as provas por este ano para o ano á mais ehehheh.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Olá amigos timbradistas eheheh, vou começar por dar os parabéns ao pessoal que teve envolvido nestas 2 provas tanto a do Almadense como a do cpcc tiveram muito bem, tudo bem organizado é de louvar a atitude que tiveram ao fazer um bom trabalho para desenvolver o timbrado.

Como não podia deixar de ser ehhehe quero também dedicar estas minhas 2 vitórias nestas 2 provas a todos os que sempre me ajudaram e me deram bons conselhos para que eu pudesse encontrar o caminho certo para aos poucos ter bons cantores, em especial ao amigo Francisco Aroca que me fez ver muitas coisas que eu vinha fazendo mal um grande abraço e muito obrigado.

Agora amigos timbradistas isto para podermos continuar a ter boas provas no nosso país e com bons júris, temos que estar todos unidos e deixo aqui um apelo para os timbradistas sem provas não vamos a lado nenhum precisamos delas para podermos evoluir e aprender. Espero que no próximo ano percam a vergonha de vez. E em vez de andarem só ver as provas que levem também 1 ou 2 timbrados para podermos continuar neste que é um Hobbie muito bonito.

E pronto agora tenho os meus timbrados a descansar para daqui a 3 semanas irmos a Badajoz mais o meu amigo Diogo, que vai ser a minha última prova deste ano vou levar 3 timbrados os melhores dos melhores, vamos ver como corre ehehehe.  

                                                       

domingo, 13 de novembro de 2011

OS MEUS TIMBRADOS NO ALMADENSE

video
video

Ficha de Julgamento


Mais um dia de treino....








segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Viajem a Valência ao canaril do Senhor Francisco Aroca





Olá amigos, aqui fica umas fotos da minha ida a Valência a casa do Senhor Francisco Aroca, desde já o meu obrigado pelas explicações e pela simpatia como me recebeu.
Depois de tar 3 horas a ouvir timbrados lá me decidi a escolher 2 casais para trazer mas não foi fácil porque quanto mais timbrados ouvimos mais dificil se torna a escolha eheheheeh.

Na ultima foto no ládo esquerdo o Senhor Fernando criador de timbrados que veio de Barcelona vezitar o Senhor Aroca no ládo direito o Senhor Aroca.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

A função dos probióticos, muito importante na criação.

Muitas espécies diferentes de bactérias actuam em conjunto no intestino dos canários por forma a manter a sua função normalizada. Factores como o stress ou tratamento com antibióticos podem, todavia, alterar o equilíbrio bacteriano natural, promovendo uma diminuição do número de organismos benéficos, como os lactobacilos e as bifidobacterias, relativamente às bactérias nocivas ao organismo do canário. Esta alteração pode tornar o canário mais vulnerável a infecções como as causadas por Salmonelas, E. coli etc. Pode ainda predispô-los a infecções intestinais de outras naturezas. É aqui que entram os probióticos. Os probióticos são microrganismos vivos (tais como as bactérias lácteas e as bifidobacterias) que, quando consumidos regularmente, e em quantidades suficientes, modificam o equilíbrio bacteriano no intestino com efeitos benéficos para a saúde do canário. Os probióticos podem ser adicionados a alimentos como a pápa de ovo ou na água.
Estes podem ser encontrados nas lojas de animais.

Amigos muito importante isto para matermos os nossos passarinhos sempre com uma boa saude, eu nas criações dou todos os dias na pápa com germinado fora da criação dou 2 vezes por semana.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Perda de voz nos canários de canto.

Falaremos neste segmento um pouco sobre um tema que é de grande interesse entre as pessoas que apreciam aves canoras, pois tem um certo grau de incidência dentre das aves que conhecemos.
A perda de voz é decorrente da inflamação da estrutura que chamamos de seringe que é a dilatação da parte inferior da traquéia (leva o ar do bico até os pulmões). Seringe é o órgão fonador, que emite som (de onde vem o canto), das aves. Devido a alterações da parede da seringe temos a falha na voz da ave, podendo esta ficar com o canto falho e até mesmo perdê-lo totalmente. Alterações que podem decorrer de várias causas e fatores, como:

Desnutrição
- Processos infecciosos causados por bactérias, fungos, vírus, leveduras, etc.
- Parasitas como ácaros de traquéia, ácaros de sacos aéreos e vermes traqueais (que causam pevite).
- Traumas físicos
- Corpos estranhos como sementes inteiras ou quebradas, alimentos, sondas, secreções, objetos, etc.
- Neoplasias (câncer)

Processos alérgicos
- Processos inflamatórios Dentre as causas de maior interesse no aspecto alimentar temos a deficiência de vitamina A, que é de grande importância no bom funcionamento do organismo. Atua de modo direto sobre a divisão celular e renovação de tecidos e órgãos e a sua falta provoca um espessamento da parede de revestimento, podendo acarretar na traquéia, o seu espessamento e a formação de placas de tecido morto, que podem levar a sérios problemas respiratórios provocando assim alteração na qualidade de canto das aves.

Os processos infecciosos podem levar a inflamação severa do sistema respiratório, podendo acarretar numa maior dificuldade de respiração da ave e conseqüente alteração da qualidade de canto da mesma. Nestes casos, se o processo inflamatório atingir a seringe, fatalmente teremos alteração na qualidade do canto. Os processos inflamatórios podem ser causados por processos infecciosos como vimos anteriormente, mas também por processos irritativos como friagem (correntes de ventos; mudanças bruscas de temperatura, exemplo ar condicionado), esforço para cantar (forçar em demasia o canto em aves muito territorialistas); fornecer alimento ou água muito fria em dia muito quente, promovendo o choque térmico; fornecimento de alimentos de granulação que possam favorecer a irritação da região comum para a respiração e alimentação (região orofaríngea) provocando sua extensão para a traquéia e seringe; etc.

No caso dos ácaros e vermes traqueais temos as lesões ocasionadas pela ação direta dos mesmos na região e que podem facilitar o desenvolvimento de bactérias e fungos, levando a quadro respiratório de variados graus.
Traumas de traquéia com perda da conformação normal do mesmo podem levar a alterações de voz, pêlos danos e estreitamento dos anéis traqueais e por ação direta sobre região de seringe.
Corpos estranhos agem de modo direto, provocando lesão e alteração local, favorecendo mudanças do padrão da respiração e voz. Neoplasias (câncer) também têm ação semelhante aos corpos estranhos, apesar de serem extremamente raros.
Processos alérgicos podem levar ao aumento de secreção dentro da traquéia facilitando o aparecimento de outros problemas secundários, como infecções bacterianas, fúngicas, etc, afetando diretamente na qualidade da voz da ave


Até agora nos atamos em causas de alteração de voz provocadas por alterações presentes dentro da traquéia e seringe, mas devemos nos lembrar de que o que promove a movimentação da seringe para efetuar a grande variação de notas dos cantos das aves são conjuntos de músculos, situados perifericamente a mesma. Logicamente temos que qualquer alteração na função da musculatura local provocará uma desafinação e conseqüentemente alteração da voz, podendo até mesmo deixá-la rouca ou mesmo sem voz. Friamente podemos dizer que alterações nestas duas estruturas da seringe (porção física e porção muscular) é que afetarão diretamente na qualidade de voz das aves.
Os sinais que antecedem a perda de voz podem ser iniciados de variadas formas:
- tosse
- espirros

- alteração no padrão de respiração como dificuldade de respiratória, sons alterados, estalidos, etc.
- secreções pelas narinas e bico.
- até atingir alterações fortes levando a perda parcial ou total de voz.
O diagnóstico é baseado em:
- Anamnese - que nada mais é do que o histórico do processo, pois podem revelar falhas de manejo que podem levar ao quadro do problema.
- Exame físico - é efetuado um exame minucioso da ave a fim de detectar alterações que possam acarretar no problema.
- Exames laboratoriais – como cultura de bactérias e fungos a fim de detectarmos qual o provável agente causador do problema caso for de fundo bacteriano ou fúngico, ou outro agente.
- Radiografia - nos auxilia nos casos de obstrução por corpos estranhos, traumas, câncer, etc.


- Endoscopia - em aves de portes mais avantajados onde se possam fazer este tipo de exame, como complemento, para um diagnóstico mais preciso.
Como vimos existem muitas possibilidades de doenças que afetam o sistema respiratório, levando a uma alteração no padrão de voz das aves.
Devemos ter como rotina efetuar o tratamento correto o mais breve possível para que o problema não se tome crônico e dificulte o processo de cura da ave. Quanto mais rápido for efetuado o diagnóstico e tratamento, maiores são as chances de total recuperação das aves. Como recomendação podemos alertar quanto a evitar efetuar tratamentos empíricos ou caseiros, pois estaremos facilitando o desenvolvimento da doença e possivelmente dificultando o diagnóstico, quando esta ave é encaminhada para um Médico Veterinário. Procure auxílio de um Médico Veterinário sempre que possível.
Boa sorte a todos!


Luiz Alberto Shimaoka Médico Veterinário CRMV-SP 6003

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Sementes Germinadas.

O QUE É A GERMINAÇÃO ?

Chamamos de germinação ao início do processo de brotação da semente onde, sob condições adequadas, uma nova planta será formada.

Todas as sementes em bom estado podem ser germinadas, desde que submetidas a condições adequadas de temperatura e umidade. As condições para a germinação variam de semente a semente.


Na germinação a semente independe de nutrientes externos e se utilizará de seus próprios recursos para formar uma nova planta. A partir deste ponto a raiz formada vai buscar recursos externos para continuar o seu desenvolvimento.

No início do processo de germinação todos os recursos da semente são concentrados no broto que se forma, de modo a gerar uma nova vida forte e resistente. Neste exato momento, a semente germinada concentrará todos os nutrientes, transformando-se em uma das melhores fontes de
alimento disponíveis na natureza.
VANTAGENS DOS BROTOS GERMINADOS
As sementes germinadas são macias, altamente digestíveis, palatáveis e muito nutritivas.
São especiais para os filhotes de nossos pássaros que, assim que separados dos pais têm dificuldades de quebrar as sementes, com cascas bem mais duras.

As sementes germinadas são macias, altamente digestíveis, palatáveis e muito nutritivas.
São especiais para os filhotes de nossos pássaros que, assim que separados dos pais têm dificuldades de quebrar as sementes, com cascas bem mais duras.

Algumas vantagens do germinado:

São tenras, fazendo com que os filhotes se alimentem mais e iniciem mais cedo a ingestão de sementes, essenciais ao seu pleno desenvolvimento. Torna-se independentes mais cedo, reduzindo o índice de mortes após a separação dos pais.
Apresentam alta digestibilidade, sendo muito ricas em vitaminas, carboidratos e proteínas. Quando germinadas por período um pouco maior são importante fonte de alimento verde, com suas vitaminas e carotenóides, que podem ajudar na formação de algumas variedades de lipocromo.
São muito palatáveis e atrativas para os pássaros, aumentando o apetite, melhorando a diversidade de sua alimentação, proporcionando desta forma mais saúde para o plantel.
Com a germinação das sementes há uma multiplicação da quantidade de alimentos oferecidos, reduzindo-se assim seu custo. Por exemplo, 100gr de semente podem se transformar em alguns dias em 200gr ou mais de alimento de excelente qualidade a ser oferecido ao pássaro.


São tenras, fazendo com que os filhotes se alimentem mais e iniciem mais cedo a ingestão de sementes, essenciais ao seu pleno desenvolvimento. Torna-se independentes mais cedo, reduzindo o índice de mortes após a separação dos pais.
Apresentam alta digestibilidade, sendo muito ricas em vitaminas, carboidratos e proteínas. Quando germinadas por período um pouco maior são importante fonte de alimento verde, com suas vitaminas e carotenóides, que podem ajudar na formação de algumas variedades de lipocromo.
São muito palatáveis e atrativas para os pássaros, aumentando o apetite, melhorando a diversidade de sua alimentação, proporcionando desta forma mais saúde para o plantel.
Com a germinação das sementes há uma multiplicação da quantidade de alimentos oferecidos, reduzindo-se assim seu custo. Por exemplo, 100gr de semente podem se transformar em alguns dias em 200gr ou mais de alimento de excelente qualidade a ser oferecido ao pássaro.

Sementes de girassol




Nutrição

As sementes de Girassol contêm de 20 a 25% de proteínas. Essa proteína é relativamente bem equilibrada quanto à sua composição em aminoácidos, e ela é particularmente rica em isoleucina e triptofano, dois aminoácidos essenciais. Ela tem também uma boa presença em metionina e em cisteína, dois aminoácidos deficientes tanto no milho como na soja. As sementes de Girassol contêm também muito ferro, cálcio, fósforo, sódio e potássio, vitaminas B (tiamina, riboflavina e niacina), beta-caroteno, precursor da vitamina A e da vitamina E, os tocoferóis. Dentre todos os óleos vegetais, o de o Girassol contém a maior proporção de alfa-tocoferol, a forma mais ativa da vitamina E. As pétalas do Girassol constituem uma boa fonte de dois dos aminoácidos mais presentes nas substâncias alimentícias, a valina e a isoleucina.
Á uns tempos para cá que tenho dádo sementes de girasol (germinadas) e tenho notado que as comem bem e alguns canários até é das primeiras sementes que comem e então tentei saber a sua fonte de nutrição e aqui fica para os amigos verem é uma boa semente mas germinada porque sem ser esprimentei e não a descascam lá muito bem eheheheeh.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Mais um texto tirado do codigo de canto do Timbrado Espanhol

O CANARIO TIMBRADO ESPANHOL

No conceito técnico do canto Timbrado Espanhol que se expõe neste Código, indica-se qual é a base em qual que deve estar apoiado este tipo de canto, que é o que o faz diferente das outras variedades do mesmo tipo, e de uma forma geral, as suas características técnicas, desde o ponto de vista das qualidades principais dos sons que deve formar os giros e notas, como das características musicais da canção que se deve compor com estes giros.
Esta definição será o ponto de referencia antes de qualquer duvida que se apresente a um juiz num julgamento para valorizar a qualidade dos exemplares quando se apresenta para julgar canários das diferentes linhas de canto "Timbrado" que se criam.
Os giros emitidos pelo canário de canto "Timbrado Espanhol" deve de ter as seguintes características fundamentais:

O tom geral dos mesmos deve compreender um amplo registo tonal, sem que este canário tenha que especializar-se num determinado tipo de tom, tal como sucede nas outras variedades de canto que existem na actualidade.
Em atenção ao que está exposto não se considerarão exemplares de primeira categoria aqueles. Que emitem uma canção imensamente toda ela em tons "aquosos" ou com um tom geral grave, por serem estas, como se há dito, características da canção de outras variedades de canto (harz- roller e Malinois).



A intensidade da voz dos giros emitidos deve ter um valor tal que permita a clara audição das vogais e consoantes que componham os mesmos e sem chegar à estridência, de tal forma que ressalte o carácter musical alegre deste tipo de canto
O timbre dos giros emitidos, igual que o indicado para o tom, poderá abarcar um amplo espectro sempre que não seja igual ao das outras variedades de canto actualmente reconhecidas.
Enquanto as características da canção que deve compor-se com os giros, a mesma deve estar baseada principalmente em:

Ritmos lentos que permitam uma dicção o mais clara possível, por tanto, consideram-se giros principais deste tipo de canto aqueles cujo o ritmo seja lento ou semi-lento, sem que por isso não se deva depreciar-se os giros de ritmo rápido pois os mesmos tambem contribuem para a riqueza e variedade deste tipo de canto, mas a canção não deve apoiar-se neles pois esta é uma especialização característica de outra variedade de canto oficialmente reconhecida.

Melodias muito variadas, e portanto devem ser compostas por giros de todos os tipos de ritmo de emissão, mas nas que predominaram os lentos e semi-lentos, de tal forma que as trocas de ritmo se produzam de forma clara e sem brusquidão. Atendendo ao aqui exposto não se consideram exemplares de primeira categoria aqueles que repitam monotonamente um tipo determinado de giros em prejuízo de uma canção variada.
Como resumo, o canto Timbrado Espanhol deve ser de ritmo lento, com boa dicção, e muito variado.


Ao ser o canto "Timbrado Espanhol" um tipo de canto, e por tanto, que pode ser emitido por muitos tipos de exemplares, estes exemplares consideram-se dentro desta variedade, sempre que: a canção emitida tenha as características reconhecidas nesta definição conceptual, os giros podem-se classificar dentro da ficha de Julgamento e
não correspondente definição do Código, e que não emitam uma canção baseada nos giros e características de canto das variedades de canto oficialmente reconhecido


CANÇÃO - Conjunto de trinos ligados uns a seguir aos outros que o canário emite em determinado momento.

REPERTÓRIO - Conjunto de diferentes canções que o canário canta.

DICÇÃO - Esta caracteristica está relacionada com a qualidade dos sons emitidos pelo canário através da qual podemos identificá-los e traduzi-los onomatopaicamente conforme o disposto no código de canto.
Considera-se que a dicção é boa se a emissão permitir traduzir os sons com clareza, caso contrário, a dicção classifica-se de má qualidade ou confusa.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Como se comportar numa sala de concurso de Canários de canto.

Os Julgamentos são de Porta aberta premitindo a entrada nos locais de julgamento aos aficionados participantes( criadores que participam) desta maneira podem observar a actuação dos seus exemplares com o resto dos participantes.
Será da nossa obrigação e responsabilidade ter um comportamento correcto,estar em silêncio e numa postura correcta ,sem efectuar comentários que induzam a determinar quem é a propriedade dos exemplares que estão sobre a mesa, ou sobre a qualidade ou pobreza dos canários julgados, tão pouco se consente movimentos bruscos ou entradas e saidas do local sem ter terminado o tempo de julgamento concedido.
Há que ter presente que no caso de haver alterações , informam-se à organização, para que adopte as medidas adequadas a fim de garantir o bom funcionamento do concurso.
Em caso das circunstâncias adversas presistirem, poderá-se decidir para que os participantes perturbadores saiam do local onde decorre o mesmo
.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

cpcc: clube portugues canário canto

So o socio 32 deste clube com o STM CA 20 DA FOP.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Categorias do timbrado Espanhol

A pontuação máxima para um canário de canto Timbrado Espanhol é de 100 pontos positivos, divididos pelas seguintes categorias.

1- de 90 a 100 pontos

2- de 82 a 89 pontos

3- de 70 a 81 pontos


Insuficiente Até 69 pontos.

De acordo com a tabela de classificação, uma pontuação inferior a 70 pontos é insuficiente, ficando ao critério do Juis a valorização e pontuação dos diferentes giros, devendo este atribuir a classificação directamente na coluna correspondente, ou então, mencionar INSUFICIENTE na célula da respectiva tabela.
(texto adaptado de espanhol para portugues)

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Visita á exposição em Huelva da Asociación Nau Santa Maria

Olá Amigos

Este sábado fui com o Pedro Boavida visitar uma exposição de timbrados em Huelva.
Bem , nunca tinha visto nada assim. O pessoal recebeu-nos muito bem, muito simpáticos e tive o prazer de ouvir ao vivo canários que tiveram pontuação de 90 e 91 pontos o que é algo que não se ouve em todas as exposições de canários timbrados.

Ainda tive o prazer de falar com os Juizes que estavam a julgar os timbrados e trocar algumas ideias, o que é muito enriquecedor para quem cria canários timbrados há pouco tempo como eu.

Quero agradecer a todo o pessoal da organização que foram muito porreiros e á Senhora Manuela Garcia, criadora de timbrados há muitos anos e que me vendeu um casal de timbrados da sua linha, pela primeira vez tive o prazer de conhecer uma criadora de timbrados e que teve muito bem nesta exposição ao conseguir um timbrado de 91 pontos.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

A minha primeira exposição

Olá Amigos

Já fui á minha primeira exposição eheh, e correu bem.

Para o ano, já sei com o que posso contar na minha criação.

Bem esta foi a minha primeira prova foi em Almedralejo (Espanha) com o júri Angel Luis Moreno Rodriguez.

Tenho poucos timbrados mas alguns são muito bons para continuar a criar, na expectativa de para o ano ter ainda melhores resultados.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Gaiolas de canto

Finalmente vou ter as gaiolas de canto eheh.
Como os euros não chegam para tudo, só agora é que as encomendei . . .
Para a semana já me as entregam. Encomendei 8 gaiolas e 2 transportadoras, feitas em madeira de faia evernizadas com verniz marítimo, tudo o resto, menos os poleiros e os bebedouros é em inox eheh um espectáculo.
Estas gaiolas são um pouco caras, mas é mesmo assim, são feitas em Espanha.
O amigo que as traz tem que as ir buscar ao fabricante e entregá-las aqui em Lisboa, já se sabe não há milagres, tudo tem de ser pago.
Para a semana, quando me as entregarem ponho-as aqui umas fotos.

Boas criações.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Onde fazer análises aos canários.

Olá amigos.

Fica aqui a morada onde podem mandar analisar as fezes dos canários.

L.N.I.V. Porto, Rua dos lagidos, lugar da Madalena 4485-655 vairão VCD, TEL.252660600.

L.N.I.V. Lisboa, Estrada de Benfica, 701 1549-011 Lisboa, tel. 217115200.


E aqui onde podem mostrar os resultados das análises.

C. Veterinária de Telheiras
Rua Professor João C Mendes 10-A-lj,
1600-638 Lisboa
Tel.217574648 ou 962952001

segunda-feira, 27 de abril de 2009

terça-feira, 14 de abril de 2009

Agradecimento aos amigos canaricultores!

Quero agradecer a todos os amigos canaricultores que me têm ajudado neste hobby, que é a criação de canários, em especial ao Anselmo que muito me tem ajudado com os timbrados e ao Faísca que, igualmente, me tem ajudado com os satinés. E, finalmente, ao Fórum Canaril de Almada e a todos os seus participantes o meu obrigado e espero que continuem a colaborar. Só todos juntos poderemos aprender mais!
Caso estejam interessados em alguns dos meus canários os meus contactos são: 910502373 - Mail-jbaiao1974@gmail.com